Folleto DIT31

Public Channel / Portugues

608 views
0 Likes
0 0

Share on Social Networks

Share Link

Use permanent link to share in social media

Share with a friend

Please login to send this document by email!

Embed in your website

Select page to start with

1. DIT31 Bancada de teste para INJETORES diesel MECANICO TRADICIONAL MECANICO DUPLA-MOLA COMMON RAIL ELECTRO-MAGNÉTICO COMMON RAIL PIEZO-ELÉCTRICO E m E E t o d o s o s c a m p m o s ! P a P r a q u a l q u e r t e c n o l o g o i a ! F E R R M Ó V E L A L M A

4. C R P TRIGG ERING CARD FOR COMMON - RAI L INJ ECTORS TRIGG ERING CARD FO R COMMO N-RAI L INJ ECTORS ME C ANI CO TRADI C I O NA L ME C ANI CO D U PLA-M O LA CO MM O N RAIL ELE C TR O -MA GN É TI CO CO MM O N RAIL PIEZ O -E L É C TRI CO Lista dos com p onentes do Sistema DIT31 referente a toda a tecnologia de inje c çã o.

3. P RE SSU RE TIME * * 1 P RE SSU RE TIME tj (pilot) tj (pilot) tj (r) tj (r) * * 4 TIME ** d p dp dp 5 U nidade T C 3 8 CABOS E CARTÕES No sistema Common Rail, o aumento de pressão do combustível e da injecção, são independentes uma da outra. O teste de injectores Common Rail com actuador Piezo- eléctrico obriga a uma nova exigência de resolução e precisão. INTERFACE HIDRAULICO INTERFACE MECANICO CONTROLO ELECTRÓNICO DA VALVULA O Controlo da valvula electro-magnética é efectuada pela unidade externa TC38 que, devidamente sincronizada com DIT31 , gera um impulso transmitido pelo cartão. CONTROLO ELECTRÓNICO DA VALVULA O control do injector Piezo-eléctrico requer um modulo adicional CRP para a unidade externa TC38 . As ligaçôes e o modo de teste mantêm-se inalteráveis em relação aos testes sobre o injector Common Rail electro-magnético. DIT31 è dotado de um suporte pneumático para blocagem do injector. Em função das dimensões e caracteristicas do injector è possivel aplicar outras soluções especificas. è q ual q ue r o ç ã çã o d o r eco rd d e e n t r a d a. IMPRESSORA / ECRAN Os resultados dos testes podem ser vistos em qualquer momento no ecran. Todavia, a impressora incorporada imprime o resultado do teste, que podem ser personalizados com os detalhes da firma e com indicação da data e hora. COMMON RAIL ELECTRO-MAGNÉTICO COMMON RAIL PIEZO-ELÉCTRICO Dependendo de cada aplicaçã o cada fabricante usa conectores especiais e o controle do injector è feito de um modo diverso de forma a obter as presta ções requeridas. Existem vários cabos bem como cartõ es es p ecificos METODO DE TESTE Com o programa 3 e 4, DIT31 e T C 3 8 p ermitem testar de um modo completo, fiá vel e ra p ido cada in j ector individualmente, analisando os 5 parametros fundamentais : Retorno : Com o in j ector em carga, a bomba pá aliviada gradualmente em fun çã inf e ri o r ev id e n c i a u m r eto rn o demasiado elevado. Pressão minima : activado o ciclo de comando automático, é facil determinar qual a pressão minima que é consentida pelo injector. è o tem p o neces s á rio p ar a é m ec ã ni co Tempo de injecção : è o tempo decorrido no momento em que o injector abre e quando fecha. È fundamental para determinar o caudal do mesmo. : para cada injector, sobre uma p res s ã o constante , DIT31 calcula a ç a que nivela a pressão no momento entre a abertura e o fecho do injector. Este parametro, em conjunto com o tempo de injecção, determina a quantidade de liquido pulverizado pelo injector. êm e lo menos um dos furos com dimen s ão reduzida derivado à sujidade ou x i da çã ç o, en q uanto o da direita t q êm os furos largos derivados ao excesso de uso. esquerda um injector que p ulveriza exactamente nos tem p os injector da es q uerda com q uantidade de li q uido de retorno acei t ável, da direita um injector que a p resenta um retorno interno excessivo . CAUDAL ADEQU ADO O QU CAU DAL INS UFI C IENTE CAUDAL E X CE SSIV O RE S POSTA CO RRECT A A RE SP OST A RE T ARDADA R ETO R N O CO RR ECT O O C RE T ORNO INSUFICIE NTE Bancada de teste para INJETORES diesel 5 3 4 1 2

2. AUTOMÓVEL Carros de motor, furgões. INDUSTRIAL Caminhões, escavadeira. MARITIMO Navios, Náutico. FERROVIÁRIO Transporte de barra. Em todos os campos e para qualquer tecnologia! S elecionando o programa 2 , a prova da p rimeira car ga è equivalente ao teste de um i n j ector me c ânico tradicional. A s e g unda car ga é só activada quando se p ressiona o bo t ão 2 SPRING : Nesta co n di ção, o ciclo de teste alterna autom á t i ca m e n te a injecção da primeira e se g unda p res s ão. DIT31 visualiza os valores indicados nos parametros P1 e P2 . A cada pulverização, DIT31 calcula também o factor K referente ao caudal do injector. Seleccionado o programa 1 , p remir o botão START p ara activar a bomba de pressão. O commando DRAIN p ermite um enchimento rá p ido do tubo e do in j ecto r em teste. Re g ular o fluxo de li q uido com o botão de ADJUST , p ara o b ter uma condição de funcionamento variá vel ao mesmo tempo que DIT31 re p ete automá t i ca m e n te o c i clo d e teste. P or cada carga o DIT31 mostra a pressã o d e abertura do injector. O ciclo é interrompido premindo o botão STOP . DIT31 calcula o tem p o de retorno bem como o parametro de fuga do injector. No fim de cada teste é possivel imprimir os respectivos valores. METODO DE TESTE MET O D O DE TE S T E Para a tecnologia MECÂNICO TRADICIONAL e MECÃNICO DUPLA-MOLA existe a função de carga rápida no qual resulta uma limpeza prática e acessível sobre o injector. A regulação do caudal é transmitida através do comando ADJUST que consegue simular condições de funcionamento muito criticas. DIT31 è especialmente indicado para testar injectores de dupla-mola: de um modo automatico nivela a pressão de abertura da primeira e segunda mola. DIT31 fornece um parametro indice de caudal (factor K) . BOMBA DE PRESSÃO CAMARA / LUZ / EXTRACTOR FUMOS Graças a uma ampla camara de pulverização, é possível verificar com toda a segurança e fiabilidade , a qualidade de injecção através dos furos do injector. No interior da camara, a visibilidade do fenómeno de injecção é optimizado graças a um sistema integrado de extracção de fumos e de uma lampada de halogéneo a 12 Volts. A pressão hidráulica do liquido de teste é obtida com o uso de uma bomba de pressão alimentada através do circuito de ar (8 – 10 BAR) . Esta unidade está concebida para funcionar em aplicações próprias (Automóvel, Industrial, Maritima e Ferroviária), de modo a obter niveis de pressão e caudal requeridos. MECANICO TRADICIONAL MECANICO DUPLA-MOLA DIT31 é um banco de testes para injectores diesel projectado em conformidade com a norma ISO 8984-1, que especifica os requisitos minimos para as seguintes provas: Pressão de abertura do injector, injecção, descarga e tempo de retorno. LIMPEZA DE INJECTOR E REGULAÇÃO DE FLUXO K factor Pr ess ã o de 1 ª m ola Pressão de 2ª mola Tempo de retorno sec. BAR 0 Pressão de abertura Tempo de retorno sec. BAR 0 HP 1600 BAR XL 1000 BAR De STANDARD 1450 BAR a HP 1600 BAR De STANDARD 1450 BAR a XL 1000 BAR

Views

  • 608 Total Views
  • 286 Website Views
  • 322 Embedded Views

Actions

  • 0 Social Shares
  • 0 Likes
  • 0 Dislikes
  • 0 Comments

Share count

  • 0 Facebook
  • 0 Twitter
  • 0 LinkedIn
  • 0 Google+

Embeds 1

  • 11 www.deteq.com